Fale Conosco

Deixe sua Mensagem

    [Declaração de IR 2021] Saiba tudo que precisa para se preparar agora! O ano – e o prazo – passa em um piscar de olhos!

    Declaracao De Ir 2021 Saiba Tudo Que Precisa Para Se Preparar Agora O Ano E O Prazo Passa Em Um Piscar De Olhos (1) - Quero montar uma empresa - [Declaração de IR 2021] Saiba tudo que precisa para se preparar agora! O ano – e o prazo – passa em um piscar de olhos!

    IR 2021: Confira dicas para você deixar tudo pronto e fazer uma declaração perfeita

    Confira dicas importantíssimas para sua declaração do Imposto de Renda 2021. O prazo para a declaração começa em março. Fique atento!

    Olá, fizemos esse texto para dar dicas importantíssimas para sua declaração de imposto de renda do ano de 2021, referente às movimentações de 2020.

    O prazo para a declaração começa em março, mas já deixe tudo pronto e seja um dos primeiros a enviar sua declaração, caso tenha restituição será um dos primeiros a receber.

    Listamos algumas dicas para você deixar tudo pronto e fazer uma declaração perfeita.

    Dica 1 – Documentações necessárias

    Nossa sugestão é que tenha uma pasta online e reúna todos estes documentos:

    • Comprovante de rendimentos pessoa física do ano 2020;
    • Comprovantes de pagamentos (Educação, Saúde e Previdência Privada);
    • Comprovantes de Aquisições e Venda de Bens;
    • Saldo de Contas, Aplicações e Poupança do dia 31/12/2020;
    • Número do Renavam para veículos e IPTU e Matrícula para imóveis;
    • Nome e CPF dos dependentes;
    • Comprovante de dívidas;
    • Declaração e Recibo do IR de 2020;
    • Se sócio de empresa peça a seu contador a distribuição de lucros.

    Dica 2 – Informes de bancos e corretoras

    A partir de fevereiro os bancos começam a liberar informes de rendimentos onde constam sua movimentação que deverá ser declarada referente ao saldo do último dia do ano. Lembre de pegar os informes de todas as contas bancárias, principalmente das corretoras de valores, além do saldo, caso tenha feito movimentações no mercado de ações precisa lançar as movimentações. Sugerimos fazer uma planilha com todos os ganhos para facilitar.

    Estes são os links de como puxar o informe nos principais bancos:

    Dica 3 – Recibos e nota de saúde

    Ainda é permitida a dedução de despesas como gastos de saúde como médico, plano de saúde, dentistas, fisioterapeutas bem como os relacionados, para isso você precisa ter o recibo ou nota fiscal e estes valores deverão ser lançados na declaração.

    Ex: se você teve uma renda tributada no valor de R$100.000,00 no ano de 2020, mas teve gastos de saúde, no valor de R$15.000,00 a receita federal irá realizar a tributação somente sobre a diferença que seria R$85.000,00.

    Se você não solicitou ou não guardou os recibos, solicite para o profissional de saúde que te atendeu no ano de 2020.

    Dica 4 – Despesas de educação

    Despesas de educação são dedutíveis, mas é diferente dos gastos de saúde, pois é limitado o valor. Se você fez algum curso de graduação ou pós graduação você poderá deduzir esses valores, caso tenha dependentes pode deduzir gastos de escola fundamental, ensino médio, faculdade e pós graduação se eles tiverem até 24 anos.

    Dica 5 – Controle de patrimônio e valorização dos imóveis

    Isso é muito importante, um dos grandes motivos da malha fina. Aqui precisa se atentar em quanto você teve de variação de patrimônio. Essa alteração precisa ser compatível com o ganho que teve durante o ano de 2020.

    Uma dica importantíssima é que a única forma de valorizar os imóveis para poder diminuir o ganho de capital (imposto de varia de 15 a 27% sobre o lucro da venda do imovel) é lançando todos os recibos e notas referente a reformas e melhorias do imóvel.

    Ex.: se possui um apartamento que está lançado no imposto de renda por R$300.000,00 mas o valor de mercado dele é R$500.000,00, quando realizar a venda deste imóvel pagará imposto sobre essa diferença 15% sobre R$200.000,00, para reduzir esse imposto quando fizer melhorias do imóvel você pode valorizar no imposto de renda para diminuir o imposto do ganho de capital

    Dica 6 – Declaração Pré-preenchida

    Outra dica muito importante é buscar no próprio site da receita federal a declaração pré-preenchida, nesse caso já vem informações referente a declaração do ano anterior e mais as informações que a receita federal já possui acesso, caso faça a declaração aproveitando isso as chances de cair na malha diminuem pois a receita já tem todas as informações que foram informados para ela.

    Porém para isso é necessário certificado digital caso não tenha a própria contabilidade consegue ter esse acesso com uma procuração, atualmente nós fazemos todas as declarações puxando os dados da pré-preenchida.

    Dica 7 – Faça você mesmo ou contrate um contador especialista

    Existem diversos tipos de declaração, das mais fáceis até as mais complexas, existem alguns macetes que a receita federal não fala abertamente mas que podem ser usados legalmente para redução de imposto a pagar, por isso a importância de um suporte de uma contabilidade especializada, que pode te auxiliar em todas as etapas da declaração do imposto de renda, nós estamos sempre estudando as legislações referente a imposto de renda para que possamos reduzir ao máximo o valor que o cliente tem a pagar de imposto, lógico tudo dentro da lei, caso opte a fazer a declaração sozinho temos vários materiais em nosso site e redes sociais, bem como um curso de como fazer a declaração de imposto de renda básica.

    Fonte: Jornal Contábil

    PARA MAIS INFORMAÇÕES ENTRE EM CONTATO CONOSCO

    Marcadores:

    Não perca mais nenhum post!

    Assine nosso blog e receba novos posts frequentemente em seu email.

      Comentários

      Deixe um comentário

      avatar
        Subscribe  
      Notify of
      Powered by